Terremoto na Espanha é o mais grave em 50 anos

Vítimas são da cidade de Lorca, no sul do país; tremores foram registrados com magnitude 5,1 e 4,5. Confira as imagens

São Paulo – Ao menos nove pessoas morreram e centenas ficaram feridas em consequência de um terremoto na tarde desta quarta-feira (11) na cidade de Lorca, região de Murcia, sudeste da Espanha. O tremor de 5,1 graus de magnitude teve como epicentro a Serra de Tercia e foi precedido por outro, duas horas antes, de 4,4 graus na escala Richter. 

Além dos maiores danos em Lorca, foram atingidas ainda as cidades de Albacete, Vélez-Rubio, Mazarrón e Cartagena. O tremor foi notado ainda nas províncias de Almería e Madrid. Viadutos, estradas e pontes foram atingidos, e o governo espanhol reforçou a recomendação de cautela. Muitos moradores permanecem nas ruas com o medo de mais deslizamentos.

A região de Murcia é a de maior atividade sísmica do país. Em 2006, outro terremoto, dessa vez de 4,6 graus, atingiu a região e causou estragos em Lorca, mas sem vítimas. Os tremores desta quinta-feira foram os mais graves deste tipo nos últimos 50 anos na Espanha. Veja o registro da gravidade da destruição.