Terremoto de 7,1 graus castiga Cidade do México; veja imagens

As primeiras imagens a surgirem nas redes sociais revelam cenário de pânico e destruição na capital

São Paulo – Um forte terremoto atingiu novamente o México na tarde desta terça-feira (19). O tremor de magnitude 7,1 na escala Richter foi sentido com força na capital, Cidade do México.

Dados oficiais da agência de proteção civil do México apontam ao menos 138 mortos.

De acordo com os primeiros relatórios do Serviço Geológico dos Estados Unidos, o  terremoto ocorreu no Estado de Puebla, a uma profundidade de 51 km.

Epicentro do tremor de 7,1 graus que sacudiu a Cidade do México na tarde desta terça-feira (19).

Epicentro do tremor de 7,1 graus que sacudiu a Cidade do México na tarde desta terça-feira (19). (UGSG//Reprodução)

As primeiras imagens a surgirem nas redes sociais revelam cenário de pânico e destruição, com focos de incêndio, em partes da cidade. O aeroporto da capital foi fechado para pousos e decolagens.

Milhares de pessoas fugiram dos prédios de escritórios e se juntaram nas ruas para se proteger.

O terremoto ocorreu 32 anos após a catástrofe de 19 de setembro de 1985, que abalou a capital mexicana, matando 10 mil pessoas.

Na manhã desta terça, toda a cidade realizou treinos de preparação no aniversário da tragédia, um tremor de magnitude 8,1, que devastou grande parte da capital mexicana.

O presidente Enrique Peña Nieto esteva em Oxaca devido ao terremoto no último dia 8 de setembro, que deixou mais de 90 mortes, e relatou em sua conta no Twitter que convocou o Comitê Nacional  de Emergência para avaliar a situação.

Grande parte da Cidade do México é construída sobre uma região de vale que abrigava vários lagos no passado e o solo é conhecido por amplificar os efeitos dos terremotos, mesmo que a centenas de quilômetros de distância.