Tempestades no sul da China deixam 3 mortos e 13 desaparecidos

As autoridades tiveram que retirar 8 mil pessoas de suas casas, e as chuvas já destruíram pelo menos 85 imóveis, segundo agência local

Pequim – Três pessoas morreram e 13 estão desaparecidas por causa das inundações e dos deslizamentos de terra registrados nas últimas horas deste sábado no sul da China devido ao tufão Hato, que chegou ao país na última quarta-feira.

Mais de 410 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas na província de Yunnan. As autoridades tiveram que retirar 8 mil pessoas de suas casas, e as chuvas já destruíram pelo menos 85 imóveis, indicaram hoje as autoridades locais à agência oficial “Xinhua”.

Equipes de resgate foram enviadas às regiões mais afetadas para buscar os desaparecidos e auxiliar os prejudicados.

Hato foi o 13º tufão a atingir a China nesta temporada, o mais forte até então. Apesar de ter perdido força ao ter chegado em terra, seus efeitos continuam intensos.

A tempestade tropical deixou 17 mortos na quarta-feira ao chegar no litoral sul da China, nove deles na cidade autônoma de Macau, onde o Exército foi enviado para ajudar na recuperação por causa da grande destruição causada pelo Hato.