Tempestade deixa neve, gelo e voos cancelados nos EUA

Tempestade de neve atingiu boa parte da costa leste do país, causando o cancelamento de mais de 1.500 voos

Washington – Uma tempestade de inverno atingiu boa parte da costa leste dos Estados Unidos nesta segunda-feira, com acúmulos de neve e gelo previstos para as próximas horas, e mais de 1.500 cancelamentos de voos apenas hoje, feriado no país.

Segundo o Serviço Meteorológico Nacional podem ser registrados acúmulos de neve de até 15 centímetros em algumas áreas e também de gelo, razão pela qual se recomenda extrema precaução na circulação por estradas.

Até o início da noite tinham sido cancelados mais de 1.500 voos em todo o país, em sua maioria nos aeroportos de Washington, Baltimore, Nova York e Carolina do Norte, de acordo com o site especializado FlightAware.com.

Após a neve e o gelo estão previstas chuvas localmente fortes a partir desta noite, sobretudo no sul, onde há risco de inundações e alerta de possíveis tornados em estados como Mississipi e Alabama.

Em Nova York, o prefeito Bill de Blasio fez um pedido para que se extreme o cuidado entre hoje e amanhã porque as vias estarão congeladas por causa da neve que estava caindo desde meio-dia e das baixas temperaturas registradas.

“Embora as temperaturas estejam subindo, o chão ainda está congelado pelo frio deste fim de semana”, disse De Blasio em mensagem divulgada por seu escritório de imprensa.

Segundo o Serviço Meteorológico, a neve que estava caindo hoje em Nova York derivaria pela noite em chuvas moderadas ou intensas, com precipitações que se prolongarão até terça-feira, acompanhadas de fortes ventos.

Não houve interrupções nos sistemas públicos de transporte e as autoridades alertaram também sobre a possibilidade de que o temporal gere inundações nas áreas litorâneas.

No final de janeiro, a tempestade “Jonas” provocou acúmulos históricos de neve e paralisou a costa leste do país, com um balanço de pelo menos 37 mortos. EFE