Tempestade Carlos se aproxima de porto no Pacífico mexicano

Carlos chegou a ser um furacão de categoria 1 no sábado, mas perdeu força e foi posteriormente rebaixado para tempestade tropical

Cidade do México – A tempestade tropical Carlos ameaçava a costa mexicana no Pacífico com fortes chuvas nesta segunda-feira à medida que se movia para o oeste, perto do porto de Lázaro Cárdenas, e deve se tornar um furacão novamente no início da terça-feira, disse o Central Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês).

No início da segunda, o Carlos estava 121 quilômetros ao sul de Lázaro Cárdenas, soprando ventos máximos de cerca de 113 km/h e se movendo a oeste-noroeste a uma velocidade de 10 km/h, informou o NHC, sediado em Miami.

Carlos chegou a ser um furacão de categoria 1 no sábado, mas perdeu força e foi posteriormente rebaixado para tempestade tropical.

As projeções do NHC apontam que o Carlos deve chegar perto do balneário turístico de Puerto Vallarta até quarta-feira, embora a expectativa seja de que até lá seja somente uma depressão tropical.

As chuvas provocadas pelo Carlos devem atingir os Estados de Oaxaca, Guerrero, Michoacán, Colima e Jalisco, com chuvas fortes possíveis em algumas áreas até a quarta-feira, informou o NHC.

Um alerta de furacão foi emitido de Punta San Telmo à Playa Perula, com alertas também em Guerrero.