Tempestade afetará arquipélago dos Açores nos próximos dias

Foi emitido um alerta de tempestade tropical para as ilhas de Flores e Corvo, ao noroeste de Açores, para as próximas 48 horas

Miami – A tempestade “Nadine” avança pelo Oceano Atlântico com ventos máximos sustentados de 95km/h e deve afetar áreas do arquipélago português dos Açores nos próximos dois dias, informou nesta terça-feira o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês).

“Nadine” é a 14ª tempestade tropical da temporada de furacões na Bacia do Atlântico e se movimenta em direção ao nordeste com uma velocidade de 13km/h. Espera-se que a tempestade mantenha essa trajetória e gire na quarta-feira rumo ao norte-nordeste.

Foi emitido um alerta de tempestade tropical para as ilhas de Flores e Corvo, ao noroeste de Açores, para as próximas 48 horas.

O furacão “Nadine” foi rebaixado para a categoria de tempestade tropical na segunda-feira e é esperado que mude de intensidade nos próximos dois dias, informou o NHC em boletim divulgado às 9h (horário de Brasília).

O NHC detalhou que “Nadine” se encontra a 685 km dos Açores e espera-se que a “tempestade tropical comece a afetar a ilha nas próximas 24 horas”.

Desde que a temporada de furacões na Bacia do Atlântico começou, no dia 1º de julho, já foram formadas 14 tempestades tropicais. Deste número, oito se converteram em furacões. A temporada se estende até o dia 30 de novembro.

A Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA, em inglês) previu uma temporada muita ativa, com a formação de 12 a 17 tempestades tropicais, das quais entre cinco e oito poderiam se transformar em furacões. Deste número, duas ou três poderiam alcançar as categorias 3, 4 e 5 – as de maiores intensidades na escala Saffir-Simpson.