Técnicos consertam uma caixa-preta do avião da EgyptAir

Objeto que registra os parâmetros técnicos do voo foi resgatado do Mediterrâneo com memória danificada

Técnicos franceses conseguiram reparar uma das caixas-pretas do avião da EgyptAir que caiu no Mediterrâneo em 19 de maio – informou a comissão egípcia de investigação nesta segunda-feira (27).

A caixa-preta que registra os parâmetros técnicos do voo “foi reparada hoje, com sucesso, nos laboratórios do Escritório de Investigação de Acidentes Aéreos (BEA) na França”, afirmou a comissão egípcia, em um comunicado.

Os dois objetos – o que registra os parâmetros técnicos do voo (Flight Data Recorder) e o que grava as conversas na cabine do piloto (Cockpit Voice Recorder, CVR) – foram resgatados do Mediterrâneo com a memória danificada. Assim, ambas as caixas-pretas foram enviadas para o BEA, na França.

Já os trabalhos para tentar recuperar as gravações das conversas dos pilotos começam nesta terça (28), informou a comissão.

O Airbus A320 da EgyptAir que cobria o trajeto Paris-Cairo caiu em algum ponto no mar entre Creta e a costa egípcia em 18 de maio. Todos os 66 ocupantes morreram.

Inicialmente levantada pelo Egito, a hipótese de atentado cedeu terreno para a da falha técnica. A aeronave emitiu dois alertas automáticos dois minutos antes da queda, indicando que havia fumaça dentro da cabine dos pilotos e uma falha no computador que gerencia os comandos.