Talibãs matam um soldado e sequestram 16 no Paquistão

País está há meses sem registrar um grande atentado terrorista, o que fez aumentar as especulações sobre um pacto entre o movimento talibã e as autoridades paquistanesas

Islamabad – Um grupo de insurgentes talibãs atacou nesta quinta-feira à noite um posto das forças de segurança paquistaneses, matou um soldado e sequestrou outros 16, informou nesta sexta-feira à Agência Efe uma fonte da Polícia.

Os talibãs invadiram o posto, situado no distrito de Tank, e fizeram reféns 16 membros da guarda fronteiriça, um corpo das forças de segurança formalmente separado do Exército que combate no noroeste. Um dos soldados morreu durante os combates.

No momento do ataque, 24 membros da guarda se encontravam na instalação militar.

O distrito de Tank fica na região tribal de Waziristão do Sul, um dos principais redutos das redes jihadistas filiadas ao movimento talibã.

O Paquistão está há meses sem registrar um grande atentado terrorista, o que fez aumentar as especulações sobre um pacto entre o movimento talibã e as autoridades do país.

Uma das poucos frentes militares abertas no momento é a região tribal de Orakzai, onde o Exército combate há meses contra os talibãs, embora os enfrentamentos armados não sejam tão intensos como em outras ofensivas dos últimos anos.