Talibãs afegãos se reunirão com representantes americanos

Algumas fontes afirmaram que as conversações poderiam começar ainda nesta quinta-feira ou dentro de uma semana

Kandahar – Uma delegação de rebeldes talibãs afegãos se reunirá no Catar com representantes americanos para possíveis negociações de paz, informaram nesta quinta-feira à AFP fontes ligadas aos talibãs.

As tentativas de diálogo dos últimos anos entre os talibãs e Washington, principal apoio do governo de Cabul, para buscar o fim do conflito violento que afeta o Afeganistão há mais 13 anos não deram nenhum resultado.

Algumas fontes afirmaram que as conversações poderiam começar ainda nesta quinta-feira ou dentro de uma semana.

Os talibãs abriram um escritório político no Catar em junho de 2013, dando o primeiro passo para um possível acordo de paz, mas fecharam o local um mês depois, em consequência da revolta do então presidente afegão, Hamid Karzai, por atuar como uma embaixada não oficial de um governo no exílio.

“Cinco antigos membros do conselho supremo dos talibãs afegãos, liderados por Tayyab Agha, dialogarão com os Estados Unidos”, disse à AFP uma fonte dos talibãs que mora no Paquistão.

Um membro veterano do Quetta Shura, o conselho de governo talibã, confirmou a informação e afirmou que a saída de Karzai da presidência ajudou a preparar o caminho.

“Desta vez os talibãs conversarão cara a cara com os americanos no Catar. Isto é o que temia Karzai, que não queria que os americanos representassem o governo afegão”, disse a fonte.