Taleban mata comandante paquistanês em explosão

Chaudhry Aslam, que já havia sobrevivido a várias tentativas de assassinato, morreu junto a outros dois oficiais quando um homem-bomba atacou um comboio

Karachi – Um suicida taleban matou na cidade paquistanesa de Karachi nesta quinta-feira um dos mais conhecidos comandantes da polícia, famoso por sua coragem no combate a militantes do Taleban.

Chaudhry Aslam, que já havia sobrevivido a várias tentativas de assassinato, morreu junto a outros dois oficiais quando um homem-bomba atacou um comboio policial em uma via expressa no leste de Carachi.

Apesar de ser o principal centro econômico do Paquistão, esta cidade portuária tem sido assolada há anos pela brutalidade da violência étnica, política e sectária.

O grupo extremista reivindicou a autoria do ataque, alertando que outros perseguidores terão o mesmo destino.

“Sim, nós matamos Chaudhry Aslam. Ele torturou e feriu nossos amigos e, finalmente, demos a ele o fim merecido. Outros policiais e membros das forças de segurança que são brutais e nos torturam terão o mesmo destino”, disse à AFP o porta-voz Ehsanullah Ehsan por telefone, a partir de um local desconhecido.

Na quinta-feira mais cedo, Aslam disse ter matado três suspeitos de pertencerem ao Taleban paquistanês.