Syriza diz que não buscará confronto e descarta sair do euro

Yanis Varufakis disse que o novo governo grego liderado pela Syriza negociará construtivamente uma reestruturação da dívida

Londres – O deputado da coalizão de esquerda Syriza Yanis Varufakis, possível novo ministro de Finanças da Grécia, descartou nesta segunda-feira a saída do país do euro e assegurou que o partido não buscará “o confronto”.

Em declarações ao programa de radio “Today”, da “BBC”, Varufakis disse que o novo governo grego liderado pela Syriza negociará construtivamente uma reestruturação da dívida do país com Bruxelas.

“Houve um pouco de pose de nossa parte”, declarou o parlamentar de nacionalidade grega e australiana.

O deputado explicou que o “importante agora é se sentar e conversar” sobre a melhor maneira de reorganizar o pagamento da dívida grega.

“”Grexit” (a saída da Grécia do euro) não está sobre a mesa, não vamos ir para Bruxelas ou Frankfurt com um enfoque de confronto”, afirmou.

Varufakis disse que o atual calendário de pagamento da dívida “é complemente impraticável e totalmente desligado do crescimento grego”, o que não é positivo para nenhuma das partes envolvidas, segundo o deputado.

“O que queremos é conectar nossos pagamentos com o crescimento”, defendeu.