Suspeito de massacre nos EUA teria matado o próprio pai

Irmão do suspeito também teria sido encontrado morto, segundo informações da CNN

Nova York – O suspeito do massacre em uma escola primária no estado de Connecticut (EUA) teria matado primeiro seu próprio pai antes de assassinar outras 26 pessoas – entre elas sua mãe, que era professora do colégio – e se suicidar, informa a imprensa americana.

Além disso, a rede ‘CNN’ informou que o irmão do suspeito foi encontrado morto em sua casa em Hoboken (Nova Jersey), embora ainda não tenham sido confirmadas as circunstâncias desta morte.

Pelo menos 18 crianças foram assassinadas na escola Sandy Hook, localizada na cidade de Newtown, próxima ao estado de Nova York.

O suspeito, Ryan Lanza, teria ido ao colégio no começo da manhã usando roupas escuras, um colete à prova de balas e quatro armas, segundo a polícia.

Lanza, de 24 anos, teria entrado na sala de aula de sua mãe, a quem teria matado junto com muitos de seus alunos, e depois teria assassinado outros adultos antes de cometer suicídio.