Suspeito de explosão em metrô russo diz ser cúmplice inconsciente

Em uma audiência preliminar, Abror Azimov disse ter participado da preparação do ataque, no qual 14 pessoas foram mortas, mas apenas indiretamente

Moscou – O homem que investigadores russos dizem ter orquestrado uma explosão no metrô de São Petersburgo disse ao tribunal nesta terça-feira que foi um cúmplice inconsciente do ataque.

Em uma audiência preliminar, o suspeito, Abror Azimov, disse ter participado da preparação do ataque, no qual 14 pessoas foram mortas, mas apenas indiretamente.

“Eu não percebi que estava ajudando esse ato”, disse Azimov, em referência à explosão no metrô em 3 de abril. “Eu estava sendo orientado”.

Anteriormente, um investigador disse ao tribunal que Azimov tinha confessado preparar o ataque, mas o suspeito disse não ter confessado isso.