Suposto bombardeio russo mata 15 em Ghouta, na Síria

Com estas vítimas aumenta para 763 o número de mortos por ataques da Síria e da Rússia, assim como por fogo da artilharia governamental, contra Ghouta

Beirute – Pelo menos 15 pessoas morreram e outras 70 ficaram feridas nesta segunda-feira em um suposto bombardeio de aviões russos contra Kafr Batna, na região de Ghouta Oriental, principal reduto opositor dos arredores de Damasco, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A fonte afirmou que há feridos em estado grave, razão pela qual não descartou que o número de mortos aumente em Kafr Batna, que está sob controle da facção islamita Legião da Misericórdia.

Com estas vítimas aumenta para 763 o número de mortos por ataques da aviação síria e da russa, assim como por fogo da artilharia governamental, contra Ghouta Oriental desde o último dia 18 de fevereiro, de acordo com a apuração do Observatório.

Neste período, a ONG documentou, além disso, pelo menos 3.890 feridos na região, onde uma dezena de centros médicos foi alvo de ataques.

Por outro lado, o Observatório destacou que as autoridades sírias continuam suas operações em Ghouta Oriental e centram sua incursão terrestre no sul e no leste da região.

Em seu avanço, os soldados governamentais sírios tomaram hoje a cidade de Al Mohamediya, a primeira que arrebatam da Legião da Misericórdia, já que outras localidades que conquistaram estavam em poder do grupo islamita Exército do Islã.

O Observatório informou ontem que mais de 35% de Ghouta Oriental já estava em poder das tropas leais ao governo de Damasco, uma porcentagem que a emissora de televisão oficial síria elevou hoje a 40%.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gabriel Gouveia

    Nossa!