Suécia: não há contatos com EUA sobre extradição de Assange

Julian Assange foi detido na última terça-feira (7/12), acusado de delitos sexuais

Belgrado – As autoridades suecas e americanas não entraram em contato sobre uma eventual extradição do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, detido na terça-feira em Londres a pedido da justiça da Suécia, informou o ministro sueco das Relações Exteriores, Carl Bildt.

“A resposta é não”, disse Carl Bildt ao ser questionado pela AFP sobre contatos entre Suécia e Estados Unidos a respeito de uma eventual extradição aos Estados Unidos de Julian Assange se este for entregue à justiça sueca.

A justiça sueca emitiu uma ordem de captura de Julian Assange em razão de uma acusação de estupro na Suécia.

Julian Assange alega inocência.

“A justiça sueca é independente e não tem contatos com as autoridades políticas suecas, nem com nenhuma outra autoridade”, completou Bildt, que faz uma visita à Sérvia.

Julian Assange se tornou o inimigo público número um das autoridades americanas em consequência da publicação em seu site de mensagens diplomáticas confidenciais.