Solar Impulse decola para primeira viagem intercontinental

O modelo é um avião experimental que funciona com energia solar

Madri – O Solar Impulse, um avião experimental que funciona com energia solar, pilotado pelo suíço Bertrand Piccard, decolou na madrugada desta terça-feira de Madri com destino a Rabat (Marrocos) para a primeira viagem intercontinental cruzando o estreito de Gibraltar.

Piccard, um psiquiatra de 54 anos e especialista em balões aerostáticos, decolou com o avião experimental do aeroporto de Barajas às 5h22 (0h22 de Brasília).

O Solar Impulse tem a envergadura de um Airbus A340 (63,4 metros) e o peso de um carro de passeio (1.600 quilos).

Setenta pessoas e 80 empresas trabalharam durante sete anos para construir o avião de fibra de carbono.

As asas do Solar Impulse estão cobertas por 12.000 células fotovoltaicas, que alimentam quatro motores elétricos de uma potência de 10 cavalos cada.

O voo para Rabat encerra a viagem Suíça-Espanha-Marrocos e representa o último teste antes de uma volta ao mundo em 2014, explicaram os coordenadores do projeto, que já iniciaram a construção do segundo modelo, que terá uma cabine maior para o piloto, novas baterias e novos motores.

O Solar Impulse é o primeiro avião concebido para voar dia e noite sem combustível ou emissões de poluentes, graças à energia solar.