Social-democratas indicam Schulz para enfrentar Merkel

O nome de Schulz foi apontado de maneira unânime pelas autoridades do partido, segundo declarações do presidente da SPD

O partido social democrata alemão (SPD) anunciou, nesta terça-feira, que o ex-presidente do Parlamento Europeu Martin Schulz foi escolhido para disputar as eleições gerais contra a chefe de governo, a chanceler Angela Merkel, em setembro.

O nome de Schulz foi apontado de maneira unânime pelas autoridades do partido, segundo declarações do presidente da SPD, Sigmar Gabriel, para a imprensa em Berlim. Sigmar renunciou à candidatura por ter grandes índices de impopularidade.

O ex-presidente do Parlamento é “um melhor candidato e tem melhores possibilidades” de vencer a disputa dia 24 de setembro.

Martin Schulz disse que aceitava a proposta “com grande honra e orgulho”.

A candidatura deve ser oficializada pelo comitê executivo do SPD no domingo.

Schulz tem popularidade parecida com a de Merkel.

Mas as sondagens indicam que os democratas-cristãos estão muito à frente do SPD, apesar das críticas da política isolacionista promovida por Merkel.