Sobrevivente do Holocausto encontra jovens flagrados em saudação nazista

Eva Schloss também é meia-irmã de Anne Frank; fotos foram tiradas em uma festa com estudantes predominantemente brancos e ricos

Califórnia — Uma sobrevivente de Auschwitz e meia-irmã da testemunha do Holocausto Anne Frank se encontrou na quinta-feira com alguns dos alunos de uma escola secundária da Califórnia que posaram para fotos publicadas em redes sociais fazendo saudações nazistas sobre uma suástica feita com copos vermelhos usados em uma competição de bebidas.

As imagens antissemitas, uma com a legenda “raça superior” – uma referência à crença nazista na pureza étnica – viralizaram depois de serem postadas no Snapchat no sábado, alimentando preocupações sobre o aumento recente de episódios de discurso de ódio em escolas públicas dos Estados Unidos.

Eva Schloss, pacifista de 89 anos que registrou suas experiências do Holocausto em vários livros, se reuniu em particular durante mais de uma hora na Newport Harbor High School com cerca de 10 dos jovens envolvidos, juntamente com seus pais, líderes estudantis, docentes e um rabino local que ajudou a organizar o encontro.

Falando a repórteres mais tarde, Eva disse que os estudantes descreveram o incidente das saudações nazistas como “uma piada”, e que ficou surpresa quando eles afirmaram não ter entendido totalmente o significado e as consequências de seu comportamento.

“Isso de fato mostrou que a educação, obviamente, ainda é muito, muito inadequada”, disse Eva, moradora de Londres que estava na Califórnia nesta semana para fazer uma série de palestras. Ela disse que os alunos expressaram um remorso sincero pelo que aconteceu no sábado.

Ela contou ter dito a eles que “tinha 16 anos quando saí de Auschwitz. Tinha a idade deles quando percebi que minha vida estava completamente devastada”.

As fotos foram tiradas em uma festa com estudantes de várias escolas secundárias frequentadas predominantemente por comunidades brancas, e na maioria ricas, de Orange County.