Sobem para 9 os mortos em ataque a hospital no Afeganistão

Segundo comunicado da Médicos Sem Fronteiras, todos os mortos são integrantes da organização, assim como 19 dos feridos

Cabul – A Médicos Sem Fronteiras (MSF) elevou para nove o número de mortos no bombardeio ocorrido durante a madrugada deste sábado contra um hospital dirigido pela organização humanitária em Kunduz, no norte do Afeganistão, e situou em 37 o total de feridos.

A MSF esclareceu através de um comunicado que todos os mortos são integrantes da organização, assim como 19 dos feridos, e acrescentou que as vítimas mais graves foram transferidas para um hospital regional em Puli Khumri, a cerca de duas horas de distância.

Além disso, a organização humanitária revelou que muitos pacientes e funcionários da MSF se encontram em “paradeiro desconhecido”, por isso o número de vítimas pode aumentar na medida em que forem progredindo as investigações sobre este “horrível” bombardeio.