Sobe para 58 número de mortos após terremoto no México

O terremoto deixou mais de 200 pessoas feridas, disse o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto

Cidade do México – O chefe da Defesa Civil Nacional do México, Luis Felipe Puente, disse que o número de mortos, após um terremoto de magnitude 8,1 abalar o sul do país na madrugada de quinta para sexta-feira, subiu para 58.

De acordo com Puente, autoridades confirmaram 45 mortos no Estado de Oaxaca, o mais atingido pelo tremor.

Outras dez pessoas morreram em Chiapas e mais três no Estado de Tabasco, no litoral do Golfo.

Oaxaca é um estado pobre e, em grande parte, indígena, bem conhecido entre os turistas por suas cidades pitorescas.

O número de mortes nesse Estado deve subir, de acordo com as autoridades.

O terremoto deixou mais de 200 pessoas feridas, disse o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto. Uma visita à cidade de Juchitán, no Estado de Oaxaca, está prevista, de acordo com o escritório da Presidência.

“Eu vivi aqui por 45 anos e participei do trabalho de proteção civil e nunca tinha visto nada assim”, afirmou Gisela Ivette Páez, chefe da Cruz Vermelha em Tehuantepec. A Cruz Vermelha, o Exército e equipes de emergência federais estão procurando por pessoas que poderiam estar presas em escombros.

Fonte: Dow Jones Newswires.