Sobe para 24 o número de mortos em desabamento na Índia

Aproximadamente 50 pessoas trabalhavam na construção do edifício no momento do acidente

Nova Délhi – O número de trabalhadores mortos no desabamento de um edifício em construção no sudoeste da Índia no último sábado aumentou para 24, informou nesta quinta-feira uma fonte das equipes de resgate.

O imóvel de três andares desabou na cidade de Canacona, a cerca de 60 quilômetros de Panaji, a capital do estado de Goa, quando aproximadamente 50 pessoas trabalhavam em sua construção.

‘Ontem pela noite recuperamos mais três corpos entre os escombros do edifício e as operações de busca continuam’, disse à agência ‘PTI’ o responsável pelos trabalhos de resgate, Ashok Menon.

A fonte afirmou que o trabalho de retirada dos escombros está sendo feitos à mão depois que os imóveis próximos do local do acidente foram abalados e, por isso, serão implodidos.

As equipes de resgate conseguiram retirar 16 pessoas com vida entre os escombros do edifício.

A polícia prendeu na última segunda-feira o urbanista adjunto da cidade, Prakash Bandodkar, enquanto o engenheiro municipal e três diretores da empresa imobiliária responsável pela construção permanecem foragidos depois que foram denunciados pelo governo local.

Esses acidentes são frequentes na Índia e suas causas são habitualmente atribuídas ao estado precário das infraestruturas e à falta de manutenção.

Em abril de 2013, a queda de um edifício ilegal na zona de Thane, no oeste de Bombaim, causou a morte de 74 pessoas.