Sobe a 5 número de mortos pelos distúrbios na Inglaterra

Richard Mannington Bowes, de 68 anos, sofreu ferimentos na cabeça de um grupo de jovens na noite de segunda-feira e não resistiu

Londres – Com o falecimento de um homem de 68 anos que permanecia em estado crítico desde segunda-feira, subiu para cinco o número de vítimas fatais nos distúrbios de Londres, informou a Scotland Yard nesta sexta-feira.

Richard Mannington Bowes sofreu ferimentos na cabeça na noite de segunda-feira após ser atacado por um grupo de jovens quando tentava apagar o fogo provocado em dois contêineres de lixo no bairro londrino de Ealing.

A Polícia, que destacou “a brutalidade” desta agressão, abriu uma investigação por assassinato e publicou uma imagem do suspeito gravada pelas câmeras de segurança.

O inspetor de Polícia John McFarlane pediu “ajuda” aos vizinhos que possam ter presenciado a agressão a Mannington para que forneçam informações ou imagens gravadas em telefones celulares sobre o ocorrido, já que pode ser “vital para capturar o assassino”.

Uma testemunha, proprietário de uma barbearia nesse bairro, declarou que os arruaceiros atearam fogo em dois contêineres de lixo de um supermercado e atacaram Mannington quando este se aproximou para apagá-lo.

Os outros quatro falecidos nos distúrbios são um homem de 26 anos que foi encontrado morto dentro de um veículo em Croydon (Londres) e três asiáticos atropelados quando tentavam proteger os estabelecimentos comerciais da área onde moravam, na cidade de Birmingham.

Desde o último sábado, quando teve início a violência no bairro de Tottenham, a Scotland Yard já deteve 1.051 pessoas implicadas em desordem e saques, e 591 destas foram processadas.