Snowden espera fim de comportamento prejudicial dos EUA

Edward Snowden disse ao governo alemão por meio de uma carta acreditar que apoio recebido de vários países ao redor do mundo pode ajudá-lo

Berlim – Edward Snowden disse ao governo alemão por meio de uma carta acreditar que o apoio recebido de vários países ao redor do mundo possa persuadir Washington a encerrar o que descreveu como “comportamento prejudicial” para tentar impedi-lo de revelar o monitoramento secreto realizado pelo governo dos EUA.

“Para dizer a verdade, isso não é um crime”, escreveu Snowden, que encontra-se asilado na Rússia, na carta. Ele entregou a correspondência ao parlamentar alemão Hans-Christian Stroeble, que a divulgou para a mídia em Berlim nesta sexta-feira.

“Estou confiante de que com o apoio da comunidade internacional, o governo dos Estados Unidos vá abandonar esse comportamento prejudicial”, escreveu Snowden na carta endereçada à chanceler alemã, Angela Merkel, ao Parlamento alemão e a procuradores federais.