Sírio que filmou desinfecção em Lampedusa desaparece

Sírio que gravou vídeo mostrando imigrantes passando por processo de desinfecção contra a sarna na Itália está desaparecido há dois dias

Palermo – O sírio que gravou um vídeo mostrando imigrantes ilegais passando por um processo de desinfecção contra a sarna no centro de acolhimento de Lampedusa, na Itália, está desaparecido há dois dias.

“Com uma nota transmitida à administração da província de Agrigento e ao escritório de imigração de Lampedusa em 29 de dezembro, comunicamos que não conseguimos encontrar o imigrante”, afirmou Roberto Di Maria, que substituiu os responsáveis pela administração do centro após a gravação ser divulgada no programa Tg2.

Nas imagens é possível ver um grupo de estrangeiros nus – apesar do frio – e com os braços abertos sob os olhos de todos sendo desinfetados. O “tratamento” é aplicado por funcionários que espalham o remédio pelo corpo da pessoa por meio de uma mangueira.

O vídeo provocou reações indignadas em toda a Itália.