Síria ultrapassa Afeganistão em quantidade de refugiados

O representante da ONU para os refugiados diz que não espera nenhuma melhoria em 2015

Berlim – A Síria ultrapassou o Afeganistão e se tornou a maior fonte do mundo de refugiados no ano passado, enquanto o número de pessoas forçadas a deixar suas casas por causa de conflitos em todo o mundo subiu para um recorde 59,5 milhões, disse a agência de refugiados da Organização das Nações Unidas (ONU).

Apontando para as crises na Síria, Iraque, Iêmen, Burundi e em outros lugares, o representante da ONU para os refugiados, Antonio Guterres, disse que não espera nenhuma melhoria em 2015.

“Há uma multiplicação de novas crises”, disse Guterres. “A crise do Iraque e da Síria se tornaram enormes e crises mais antigas nos demais países não têm perspectiva de solução”, acrescentou.

O relatório da ONU foi divulgado em um momento que a Europa está pressionada para lidar com a grande quantidade de imigrantes que chegaram nos países da continente pelo mar Mediterrâneo, fugindo dos combates na Síria, Líbia, entre outros países.