Síria rejeita pedido da Liga Árabe de Assad passar o poder

Governo ditatorial classificou o pedido como um "complô conspiratório"

Damasco – A Síria rejeitou hoje o pedido da Liga Árabe de que seu presidente, Bashar al-Assad, passar o poder ao vice-presidente e a qualificou de ‘complô conspiratório’, informou a agência de notícias oficial, Sana, que cita uma fonte oficial.

Segundo a fonte, a Síria considera a resolução adotada no domingo como ‘uma violação de sua soberania nacional, uma interferência flagrante em seus assuntos internos e uma infração descarada dos estatutos da Liga Árabe’.