Síria pede à ONU que vincule Al-Nusra à Al-Qaeda

O país quer que a ONU inclua a frente rebelde na "lista negra" de entidades e indivíduos vinculados à Al-Qaeda

Gaza – O Ministério sírio das Relações Exteriores pediu nesta quinta-feira que o Conselho de Segurança da ONU inclua a frente Al-Nusra, envolvida na batalha contra o regime, na “lista negra” de entidades e indivíduos vinculados à Al-Qaeda, para os quais estão previstas severas sanções.

“A Síria apresentou um pedido ao Conselho de Segurança para que inscreva a organização Frente Al-Nusra na lista unificada das organizações vinculadas à Al-Qaeda”, indicou o ministério em um comunicado, em referência à resolução 1267 de 1989 da ONU.

As sanções contra as pessoas ou entidades veiculadas à Al-Qaeda ou organizações afiliadas incluem o congelamento de bens, a proibição de viajar e o embargo a armas.

Atualmente, são 64 entidades e 227 indivíduos inscritos nesta lista.