Síria deslocou armas químicas para locais seguros

"Continuamos acreditando, pelo que sabemos e pela informação de recolhemos, que os principais locais continuam sendo seguros", acrescentou

Washington – O regime sírio transferiu algumas armas químicas para protegê-las em meio ao confronto com as forças rebeldes, mas os principais depósitos para onde foram deslocadadas permanecem seguros, afirmou nesta sexta-feira o secretário de Defesa americano, Leon Panetta.

“Há algumas informações da inteligência sobre estes locais, nos quais aconteceram algumas movimentações (…) por parte dos sírios para proteger os (materiais) químicos”, disse Panetta em uma entrevista coletiva.

“Continuamos acreditando, pelo que sabemos e pela informação de recolhemos, que os principais locais continuam sendo seguros”, acrescentou.

Indagado se as forças rebeldes tiveram acesso a algum depósito de material químico, Panetta disse não ter nenhuma informação específica relacionada com a oposição.

A Síria dispõe de armas químicas desde os anos 70, com um dos arsenais mais importantes do Oriente Médio, mas o número exato ainda não é conhecido.

O regime de Bashar al Assad disse que usará as armas químicas se for atacado por forças estrangeiras, mas que não o fará contra seu próprio povo.