Seul pede diálogo sem condições com Coreia do Norte

Norte-coreano Kim Jong-un disse que está aberto a uma cúpula com seu vizinho do Sul, mas convocou Washington e Seul a suspender suas manobras militares anuais

Seul disse nesta sexta-feira que a oferta de diálogo formulada na quinta-feira pelo líder da Coreia do Norte deve ser sem condições se realmente for sincera.

“A Coreia do Norte deve vir dialogar sem impor condições se for verdade que quer melhorar as relações entre o Norte e o Sul”, disse à imprensa o porta-voz do ministério sul-coreano da Unificação, Lim Byeong-Cheol.

Na quinta-feira, em seu discurso de Ano Novo, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse que está aberto a uma cúpula com seu vizinho do Sul, mas convocou Washington e Seul a suspender suas manobras militares anuais, classificadas por ele como “um ensaio de guerra nuclear”.

O porta-voz sul-coreano descartou neste sentido que seu país vá acatar a exigência norte-coreana de suspender estes exercícios militares conjuntos.

Todos os anos, os dois países realizam vários exercícios militares.

Um deles começa no fim de fevereiro.