Sérvia limita entrada de refugiados no país, diz Acnur

Sírios, iraquianos e afegãos constituem a maioria das centenas de milhares de pessoas que utilizam a rota dos Bálcãs com esperança de chegar ao norte da Europa

Belgrado – A Sérvia começou a limitar a passagem de refugiados por seu território a sírios, iraquianos e afegãos, recusando o acesso de africanos e asiáticos, informou nesta quinta-feira o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

“Desde ontem, a Sérvia começou a devolver à Macedônia todos os que não são sírios, iraquianos e afegãos”, declarou a porta-voz do Acnur na Sérvia, Melita Sunjic, segundo a agência “Tanjug”.

Sírios, iraquianos e afegãos constituem a maioria das centenas de milhares de pessoas que utilizam a rota dos Bálcãs com a esperança de chegar ao norte da Europa, principalmente a Alemanha e Suécia.