Sergei Axionov é eleito chefe da República da Crimeia

O parlamento da Crimeia elegeu Sergei Axionov como chefe da República

Moscou – O parlamento da Crimeia, península ucraniana anexada pela Rússia em março, elegeu nesta quinta-feira, por unanimidade, Sergei Axionov como chefe da República, informaram as agências locais.

Axionov, que liderará também o Conselho de Ministros da Crimeia, atuava até então como chefe interino da república em virtude de um decreto do presidente russo, Vladimir Putin, assinado em 15 de abril.

Militar de formação e empresário, Axionov, de 41 anos, foi eleito em 2010 deputado da Rada Suprema (legislativo) da República Autônoma da Crimeia.

Após a derrocada do presidente ucraniano Viktor Yanukovich, em fevereiro deste ano, o parlamento crimeano nomeou Axionov chefe do governo da república.

Axiónov ficou encarregado da organização de uma consulta popular sobre a reunificação da península com a Rússia, à qual tinha pertencido até 1954, quando o líder soviético Nikita Kruschev a cedeu à Ucrânia.

Na consulta, realizada em 16 de março e declarada ilegal pelo governo de Kiev, 97% dos crimeanos se pronunciaram pela reunificação com a Rússia, segundo os dados divulgados pelos organizadores.

A anexação da Crimeia foi condenada por grande parte da comunidade internacional, em particular por União Europeia, Estados Unidos e outros países ocidentais, que adotaram sanções contra a Rússia por atentar contra a integridade territorial da Ucrânia. Axionov figura na lista de pessoas sancionadas por esse motivo.