Senado do Paraguai rejeita projeto de reeleição do presidente

Esquerda do país redigiu o pedido para que projeto de lei fosse aprovado

Assunção – O Senado do Paraguai rejeitou e arquivou em sua sessão pública desta quinta-feira um projeto de lei para permitir a reeleição do presidente, apresentado pelo grupo de esquerda governista Frente Guasu.

A rejeição foi decidida por maioria do plenário da Câmara Alta diante das críticas e protestos de uma minoria de legisladores que representam a organização que apresentou o pedido e que reúne cerca de vinte movimentos e partidários de esquerda paraguaios.

Expoentes da Frente Guasu tinham coletado 100.000 assinaturas de eleitores a favor de uma emenda constitucional que permitisse a reeleição do presidente Fernando Lugo, que assumiu a chefia do Estado em 15 de agosto de 2008 depois de triunfar nas eleições de 20 de abril daquele ano.

Os senadores paraguaios pronunciaram-se contra o projeto da reeleição atendendo as considerações expostas no ditame de uma comissão legislativa que reomendava a rejeição do projeto, segundo explicaram os legisladores durante a plenária pública.

Apoiada nas assinaturas coletadas, a Frente Guasu solicitou a aprovação de um projeto de lei para modificar a Constituição de 1992 e incluir o texto que permita a reeleição presidencial.