Seis suspeitos de preparar ataque contra Macron são presos na França

A emissora de televisão "BFM" informou que os seis detidos estão vinculados com a extrema direita

Paris – Seis pessoas foram detidas nesta terça-feira em diferentes pontos da França como suspeitas de planejar um atentado contra o presidente do país, Emmanuel Macron, informaram à Agência Efe fontes judiciais.

As detenções ocorreram nos departamentos de Isère (leste), Ille-et-Vilaine (oeste) e Moselle (nordeste) no marco de uma investigação preliminar aberta pelo Ministério Público de Paris por “associação criminosa de malfeitores terroristas”.

As investigações estiveram centradas em um suposto plano para cometer uma “ação violenta” contra o líder francês, que ainda era “impreciso e mal definido”, segundo as fontes.

A emissora “BFM TV” afirmou que os seis detidos pela Direção Geral da Segurança Interior estão vinculados com a extrema direita.