Seif al-Islam, filho de Kadafi, será julgado em setembro

O julgamento acontecerá na cidade líbia de Zenten e terá a presença da imprensa

Trípoli – O julgamento de Seif al-Islam, filho do falecido ditador líbio Muammar Kadafi, acontecerá em setembro na cidade de Zenten, onde ele está detido desde novembro, informou à AFP o porta-voz da Procuradoria-Geral líbia.

“Um comitê do gabinete da Procuradoria-Geral concluiu a instrução sobre os crimes cometidos por Seif al-Islam desde o início da revolução, em 15 de fevereiro (2011), até sua detenção, e preparou as acusações que serão apresentadas pelo procurador-geral antes de fixar uma data para o julgamento, que começará em setembro”, declarou Taha Nasser Baara.

Baara afirmou que o filho do ex-ditador líbio será julgado na cidade de Zenten (170 km ao sudoeste de Trípoli), que dispõe, segundo ele, de um tribunal que pode ser equipado para um julgamento desta importância, que terá a presença da imprensa.

“Zenten é uma cidade da Líbia e a lei nos permite julgar Seif na maioria das cidades líbias, na medida em que seus crimes envolvem todo o país”, destacou Baara, procurador-geral adjunto.

O porta-voz desmentiu as informações da imprensa sobre negociações entre o gabinete da procuradoria e a milícia de ex-rebeldes que capturou Seif al-Islam, e que teria exigido o julgamento em Zenten.

“As cidades mais afastadas da capital são mais seguras”, disse.

Seif al-Islam, 40 anos, é alvo de uma ordem de prisão do Tribunal Penal Internacional (TPI) por crimes contra a humanidade cometidos durante a revolta que provocou a queda do regime e a morte, em 20 de outubro de 2011, de seu pai Muamar Kadhafi.