Seguradora calcula em US$ 1,1 bi danos causados pelo Irene

Bahamas foi o local mais atingido; valor não conta os possíveis estragos nos EUA

Washington – Os danos provocados pelo furacão Irene no Caribe cobertos por seguros podem chegar a US$ 1,1 bilhão, calculou esta sexta-feira uma seguradora americana.

A AIR Worldwide estimou os danos com cobertura de seguro entre US$ 500 milhões a US$ 1,1 bilhão, mais de 60% dos quais nas Bahamas, castigadas pelo Irene na quarta e na quinta-feira.

“Esta estimativa inclui danos a residências, lojas, indústrias (e seus conteúdos), automóveis e perdas empresariais provocados pelos ventos e as inundações devidas às chuvas em Bahamas, Porto Rico, República Dominicana, (ilhas) Turcas e Caicos e outros otros territórios do Caribe”, informou a AIR em um comunicado.

Segundo a fonte, o Irene, com ventos de até 210 km/h, deixou danos significativos nas Bahamas e em Abaco, Cat e Eleuthera, antes de se dirigir para a costa dos Estados Unidos.