Segundo foco de zika nos EUA é detectado em Miami Beach

Com pelo menos dois infectados até o momento, o novo foco de contágio foi confirmado por fontes do governo à imprensa local

Miami – A imprensa da Flórida informou nesta quinta-feira que um segundo foco transmissão de zika nos Estados Unidos foi detectado em Miami Beach, cidade turística que faz limite com a primeira área de contágio primitivo no país, descoberta em Miami em julho.

Com pelo menos dois infectados até o momento, o novo foco de contágio foi confirmado por fontes do governo à imprensa local.

As autoridades informaram que já estão tomando ações para combater o vírus da zika em Miami Beach.

A emissora de televisão “NBC” noticiou que um dos casos é de uma pessoa que trabalha na cidade, enquanto o outro envolve um turista que visitou Miami Beach há duas semanas.

O Departamento de Saúde da Flórida confirmou nesta sexta-feira a existência de três novos casos, um deles parte do primeiro foco da doença nos EUA, nas redondezas de Wynwood e Edgewater, em Miami. A entidade, no entanto, ainda não confirmou a segunda área de contágio.

Ainda não está claro se o novo foco de infecção está relacionado ao primeiro, detectado nas imediações do centro de Miami. Até agora, as autoridades só confirmaram um caso “importado” da região, ocorrido no Texas.

O número de casos de contágio confirmados dentro dos EUA está em 33 até o momento, segundo o Departamento de Saúde da Flórida.