Segundo distrito de Tóquio reconhece casais homossexuais

Apesar de não ter valor legal, a iniciativa pretende impulsionar o tratamento de igualdade em hospitais ou agências imobiliária para os casais gays

Um novo distrito de Tóquio decidiu expedir certificados de união para casais homossexuais, informaram nesta segunda-feira fontes oficiais, um gesto simbólico, em um país onde a Constituição proíbe o matrimônio entre pessoas de mesmo sexo.

Setagaya, o distrito mais povoado da capital japonesa, de um total de 23, conta com 874.000 habitantes e segue assim os passos do vizinho Shibuya, que adotou a mesma resolução no final de março, uma novidade no Japão.

Apesar de não ter valor legal, a iniciativa pretende impulsionar o tratamento de igualdade em hospitais ou agências imobiliária para os casais gays, uma vez que, no país, essas pessoas têm dificuldade de alugar casa ou visitar seu companheiro hospitalizado.