Segunda gravação de premiê da Turquia vaza na Internet

Áudio mostra Erdogan pedindo ao seu filho que não aceite uma quantia de dinheiro ofertada em um negócio

Istambul – Uma segunda gravação de áudio, apresentada como sendo a voz do primeiro-ministro turco, Tayyip Erdogan, pedindo ao seu filho que não aceite uma quantia de dinheiro ofertada em um negócio para aguardar mais, foi publicada no YouTube por um anônimo usando um pseudônimo nesta quarta-feira.

Erdogan disse que uma publicação semelhante no site de compartilhamento de vídeos na segunda-feira, supostamente dele alertando ao filho Bilal que escondesse uma enorme soma de dinheiro em meio a uma investigação de corrupção, foi fabricada por seus inimigos políticos.

“Não aceite. Seja o que for que ele tenha nos prometido, ele deve trazer isso. Se ele não for trazer isso, não há necessidade”, diz a voz na gravação mais recente, publicada por um usuário com o pseudônimo Haramzadeler.

“Os outros estão trazendo. Por que ele não pode trazer? O que eles pensam que este negócio é?… Mas não se preocupe, pois vão cair no nosso colo”, diz a voz.

A Reuters não pôde verificar a autenticidade de qualquer gravação.

“Vamos verificar se as gravações são falsas ou não, e nenhuma declaração está prevista no momento”, disse um alto funcionário do governo à Reuters.

As gravações, vazadas poucos dias após o lançamento oficial da campanha do partido governista AK para as eleições locais, no fim de março, são as mais recentes e potencialmente prejudiciais alegações em um escândalo de corrupção que, segundo Erdogan, foram inventadas para derrubá-lo.

Na noite de segunda-feira, seu gabinete divulgou um comunicado descrevendo a primeira gravação como “completamente falsa e produto de uma montagem imoral”.