Secretário de Estado americano não descarta ser presidente algum dia

"Se acharem que posso fazer um bom mandato, não há nada que eu não faça pelos Estados Unidos", disse Mark Pompeo, fiel aliado de Trump

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, considerado um fiel aliado do presidente Donald Trump, disse nesta segunda-feira que não descarta concorrer à presidência um dia.

“Eu nunca fui capaz de prever meu próximo movimento, e acho que, neste caso, acontecerá o mesmo”, disse Pompeo em resposta a perguntas sobre suas possíveis ambições presidenciais durante um evento em um clube econômico de Washington.

“Se acharem que posso fazer um bom mandato, não há nada que eu não faça pelos Estados Unidos“, acrescentou.

Pompeo assinalou que serviu por 18 anos aos Estados Unidos: como militar, no Congresso e na administração Trump – primeiro como diretor da CIA e agora como secretário de Estado-, e disse que sentir o dever de servir a seu país.

Nascido em Kansas e com 55 anos, Pompeo é um falcão da ala conservadora do Partido Republicano e parece ser um dos poucos na administração Trump que goza da total confiança de um presidente imprevisível.

Veja também

Sua capacidade de lidar com o temperamento de Trump e sua abordagem mais conservadora e tradicional da política externa alimentou a especulação sobre se ele poderia estar em busca de uma posição mais alta.

Mas, no momento, Pompeo deixou claro seu apoio à reeleição de Trump nas eleições de 2020.