Se a Igreja não proclamar Jesus, virará uma ONG, diz papa

O papa destacou também que, quando os fiéis caminham sem a Cruz, edificam sem a Cruz e professam sem a Cruz, "não somos discípulos do Senhor"

Cidade do Vaticano – O papa Francisco disse nesta quinta-feira, em sua primeira missa de pontificado, que se a Igreja não proclamar Jesus, se transformará “em uma ONG piedosa, mas não na esposa do Senhor”.

Na homilia, o papa destacou também que, quando os fiéis caminham sem a Cruz, edificam sem a Cruz e professam sem a Cruz, “não somos discípulos do Senhor”.

“Podemos ser mundanos, podemos ser bispos, sacerdotes, cardeais, papas, etc, mas não discípulos do Senhor”, ressaltou o papa Bergoglio perante os cardeais que ontem o elegeram pontífice.

A primeira missa do papa Francisco foi celebrada em latim, com algumas leituras em italiano.