Sarkozy vai publicar em março livro sobre seu mandato

O presidente francês lançará a obra um mês antes de tentar a reeleição

Paris – O presidente da França, Nicolas Sarkozy, está preparando ‘em segredo’ um livro sobre sua fase presidencial, que será publicado em março, informou nesta quarta-feira o jornal ‘Le Parisien’.

O próprio chefe do Estado escreveu a obra, que pretende publicar ‘na metade de março’, ou seja, um mês antes de tentar a reeleição nas presidenciais de abril, explicou o jornal.

O livro terá certo teor autocrítico, a fim de ‘recuperar a imagem desgastada do presidente perante parte de seu eleitorado’, explica o ‘Le Parisien’, citando fontes ligadas ao chefe de Estado.

Entre os episódios que Sarkozy deve revisar, diz o jornal, está sua hospedagem no barco do multimilionário francês Vincent Bolloré, imediatamente após ganhar as eleições de 2007, na qual se dirigiu à França trabalhadora ‘que levantava cedo’.

Também poderá citar o aumento de salário que se autoconcedeu como chefe do Estado ou a frustrada nomeação de seu filho, Jean Sarkozy, de 22 anos e na época sem ter completado seu curso de Direito, à frente do centro financeiro mais importante da França, o La Défense, reflete ‘Le Parisien’.

‘É verdade, neste quinquênio presidencial houve debilidades, erros, e em algum momento isso tem que ser dito’, disse o conselheiro do Palácio do Eliseu citado pelo jornal.

Em 2007, durante sua campanha presidencial, na qual derrotou a socialista Ségolène Royal, Sarkozy lançou o livro ‘Esemble’ (Juntos), que sintetiza a mensagem de um de seus lemas eleitorais ‘Juntos, tudo é possível’.

No entanto, estes não são os únicos livros escritos por Sarkozy, que, entre outros, também publicou ‘La République, les religions, l’espérance’ (A República, as religiões, a esperança), e ‘Témoignage’ (Testemunho).