Sanders diz que pode ajudar Trump na presidência, diz jornal

Sanders reconheceu que Trump conseguiu se tornar presidente dos EUA ao apelar para a raiva de "uma classe média em declínio"

São Paulo – O senador democrata Bernie Sanders, que foi derrotado por Hillary Clinton nas prévias do partido para concorrer à presidência dos Estados Unidos, declarou nesta quarta-feira que pode trabalhar com o presidente eleito Donald Trump, do Partido Republicano, se ele desejar “melhorar as vidas das famílias trabalhadoras”, de acordo com informações do jornal britânico The Guardian.

Segundo a publicação, Sanders reconheceu que Trump conseguiu se tornar presidente dos EUA ao apelar para a raiva de “uma classe média em declínio”, mas disse que, apesar de poder trabalhar com o bilionário, continuará a desafiá-lo.

Durante as primárias democratas, Sanders empolgou os jovens americanos, mas acabou derrotado por Hillary.

Autodenominado “socialista democrático”, o senador afirmou que irá se “opor vigorosamente às políticas sexistas, xenófobas e anti-ambientais” que se destacaram na campanha de Trump, segundo o Guardian.