Russos garantem segurança do Mundial de Atletismo de Moscou

O ministro de Esportes russo, Vitali Mutko, afirmou que o atentado em Boston é um "sério aviso" para a Rússia, que nos próximos meses sediará eventos esportivos

Moscou – O presidente da Federação Russa de Atletismo (FRA), Valentin Balakhnichov, garantiu nesta terça-feira que atletas e torcedores estarão seguros durante o Mundial de Atletismo, que será realizado de 10 a 18 de agosto no Estádio Olímpico Luzhniki, em Moscou.

“Em Moscou, haverá um sistema de segurança de três níveis. O primeiro nível são os órgãos de segurança estatais e a Polícia; o segundo, as forças de segurança de Moscou; e o terceiro, os serviços de segurança do estádio”, afirmou Balakhnichov, segundo as agências de notícias locais.

“A parte mais importante de nosso esporte são os espectadores, por isso temos que protegê-los da melhor maneira possível durante o transcurso da competição”, completou.

O dirigente admitiu que o duplo atentado ocorrido em Boston na segunda-feira ligou o sinal de alerta de organizações de eventos esportivos.

“Os fatos de Boston expuseram os problemas para garantir a segurança das competições maciças que se disputam ao ar livre. Garantir a segurança na rua é muito mais difícil que em um estádio. Temo muito que o incidente de Boston sirva de exemplo para outros organizadores de atos terroristas”, opinou.

Previamente, o ministro de Esportes russo, Vitali Mutko, afirmou que o atentado terrorista cometido durante a maratona de Boston é um “sério aviso” para a Rússia, que nos próximos meses será sede de importantes eventos esportivos.

Mutko acrescentou que o ataque na cidade americana, que deixou três mortos e mais de 170 feridos, não modificará os planos das autoridades russas, que, segundo ele, adotaram todas as medidas para garantir a segurança durante as competições esportivas.

Nos próximos meses a Rússia sediará, entre outras competições, a Universíade (Kazan), o Mundial de Atletismo (Moscou) e os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 (Sochi).