Rússia quer estabelecer 4 corredores humanitários em Aleppo

O objetivo da ajuda humanitária é evacuar os doentes da parte oriental, dominada pelos rebeldes, para a ocidental

Genebra – A Rússia ofereceu à ONU estabelecer quatro corredores em Aleppo para evacuar doentes da parte oriental, controlada pelos rebeldes, para a parte ocidental, anunciou nesta quinta-feira o responsável da ONU da assistência humanitária na Síria, Jan Egeland.

“A Federação Russa anunciou que há quatro corredores humanitários e querem discutir com nossa gente em Aleppo para ver como podem ser usados estes corredores, mas também os queremos usar para levar assistência”, disse Egeland em pronunciamento à imprensa.

O responsável explicou que para que um corredor humanitário funcione deve ser respeitado por todas as partes em conflito, e disse se sentir “confiante” de que os rebeldes desta vez respeitariam este acordo.

“Se os russos dizem que são corredores, nós (a ONU) nos asseguraremos que o lado russo os respeite como seguros, e agora nos sentimos seguros que os grupos armados na oposição também o farão”, ressaltou.

No passado, a Rússia estabeleceu pausas humanitárias unilaterais e supostamente assegurado corredores para permitir a evacuação de doentes e feridos, a partida de civis e combatentes dispostos a desertar, e permitir a entrada de assistência humanitária.