Rússia prende membros do EI que planejavam atentados

Entre os detidos, está o chefe da célula, um enviado do EI especialista na fabricação de bombas

Os serviços secretos russos anunciaram a prisão de quatro supostos membros do grupo Estado Islâmico (EI) que planejavam atentados contra shoppings e o transporte público de Moscou.

Os quatro detidos – um russo e três oriundos das ex-repúblicas soviéticas da Ásia Central – preparavam uma série de ataques em locais com bastante circulação, relatou o Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB).

Entre os detidos, está o chefe da célula, um enviado do EI especialista na fabricação de bombas.

Em 3 de abril passado, um atentado no metrô de São Petersburgo causou a morte de 16 de pessoas e deixou dezenas de feridos.