Rússia inicia operações no gasoduto de Nord Stream

O gasoduto fornecerá combustível diretamente à Europa ocidental através do mar Báltico

Viborg – O gás russo começou a circular nesta terça-feira pelo gasoduto Nord Stream, que fornecerá combustível diretamente à Europa ocidental através do mar Báltico.

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, foi o responsável por apertar a tecla do computador, em Viborg (região de São Petersburgo, noroeste), que abriu a torneira do gasoduto, na presença de Gerhard Schröder, o ex-chanceler alemão que preside o consórcio Nord Stream.

“O volume de gás fornecido é comparável à energia produzida por 11 centrais nucleares”, explicou Putin a Schroeder.

O Nord Stream, com comprimento de 1.224 km, transportará 55 bilhões de metros cúbicos de gás por ano de Viborg até a cidade alemã de Greifswald, passando por águas territoriais da Rússia, Finlândia, Suécia, Dinamarca e Alemanha.

Este gasoduto permite evitar os países vizinhos da Rússia, pelos quais transita a maior parte do gás russo destinado a Europa, essencial para Moscou, que enfrenta um novo conflito com a Ucrânia pelos preços do gás.