Rússia envia ajuda humanitária para o leste da Ucrânia

280 caminhões transportarão cereais, açúcar, alimentos para crianças, remédios, sacos de dormir e geradores elétricos

Moscou – Uma coluna de caminhões com ajuda humanitária saiu nesta terça-feira desde Naro-Fominsk rumo ao leste da Ucrânia, informaram as autoridades dessa cidade satélite de Moscou.

“Os caminhões levarão aos moradores da Ucrânia oriental mais de 2.000 toneladas de carga humanitária reunida pelos moscovitas e pelos habitantes da região de Moscou”, disse um porta-voz da administração citado pela agência oficial russa “RIA Novosti”.

A ajuda humanitária, que será transportada em 280 caminhões, inclui 400 toneladas de cereais, 100 toneladas de açúcar, 62 toneladas de alimentos para crianças, 54 toneladas de remédios, 12.000 sacos de dormir e 69 geradores elétricos.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou na segunda o envio do comboio humanitário, apesar dos receios do governo de Kiev, assim como dos Estados Unidos e da União Europeia, que teme que se trate de um pretexto para uma intervenção armada.

Segundo o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, toda missão humanitária internacional deve excluir qualquer tipo de presença militar e a ajuda deve entrar em território ucraniano através dos postos fronteiriços controlados por Kiev, após o que seria escoltada pelas forças governamentais.