Rússia desarticula grupo terrorista que planejava atendado em Moscou

O grupo fazia ataques com bomba no centro da capital no dia 9 de maio, durante as comemorações do Dia da Vitória sobre a Alemanha nazista

Moscou – A Rússia desarticulou um grupo terrorista que planejava cometer atentados com bomba no centro de Moscou no dia 9 de maio, durante as comemorações do Dia da Vitória sobre a Alemanha nazista, segundo informou o vice-ministro das Relações Exteriores russo, Oleg Siromolotov.

“Entre 21 e 24 de abril foram liquidados 26 terroristas. Foram detidos vários grupos que deviam atentar com bomba durante a marcha do Regimento Imortal em Moscou”, à qual milhares de cidadãos levaram fotos dos parentes que participaram da 2ª Guerra Mundial, explicou Siromolotov.

De acordo com o vice-ministro, os terroristas já tinham preparado os explosivos e as armas para atentar e deveriam se deslocar a Moscou saindo de Novy Urengoy, na região de Iamalo-Nenets, onde o grupo foi desarticulado.

“Foram realizadas 17 inspeções, com 20 pessoas detidas”, detalhou o vice-ministro em entrevista à agência russa “TASS”.

A célula terrorista siberiana foi localizada por causa de uma investigação sobre outro grupo radical desarticulado no ano passado e que também planejava atentar contra a marcha do Regimento Imortal, mas em São Petersburgo.

“Quando começamos a estudar o seu financiamento, vimos que procedia da Turquia, e depois localizamos um grupo na Sibéria”, afirmou Siromolotov.

O último grande atentado na Rússia aconteceu no dia 3 de abril do ano passado, quando a explosão de uma bomba em um vagão do metrô de São Petersburgo deixou 16 mortos e mais de 50 feridos.