Rússia cederá comboio para Cruz Vermelha na fronteira

Rússia anunciou que cederá comboio humanitário para a Cruz Vermelha assim que ele chegar na fronteira russo-ucraniana

Moscou – A Rússia anunciou nesta terça-feira que cederá ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha o controle sobre o comboio humanitário destinado ao leste da Ucrânia assim que ele chegar na fronteira russo-ucraniana.

“Após atravessar a fronteira a coluna passará para o controle do Comitê Internacional da Cruz Vermelha”, informou a chancelaria russa em comunicado.

O governo de Moscou afirmou que o envio de alimentos, remédios e equipamentos elétricos para a população das regiões de Donetsk e Lugansk foi pactuado com a Cruz Vermelha e as autoridades de Kiev, o que é negado pelas autoridades ucranianas.

O comboio humanitário cruzará a fronteira “através do ponto estipulado entre as partes russa e ucraniana, em Shebekino-Pletnebka, na fronteira entre as regiões de Belgorod e Kharkiv”, segundo o comunicado do governo russo.

“Causam surpresa as declarações da parte ucraniana sobre uma suposta falta de acordo sobre a rota de deslocamento do comboio e todas as novas exigências logísticas”, acrescentou.

Moscou assegurou que “cedeu a todos os desejos da parte ucraniana”, desde “a rota que deve seguir o comboio até a revista da carga”.

Segundo a nota, o comboio inclui 262 caminhões que transportarão, entre outras coisas, 400 toneladas de cereais, 100 toneladas de açúcar, 62 toneladas de alimentos para crianças, 54 toneladas de remédios, 12 mil sacos de dormir e 69 geradores elétricos.

A Ucrânia, no entanto, disse que a Rússia se negou a enviar uma lista detalhada dos produtos e artigos incluídos no carregamento humanitário.