Rússia cancela diálogos estratégicos com EUA

A decisão foi tomada depois que uma delegação americana, em fevereiro, decidiu se retirar, no último minuto, de uma reunião dedicada à cibersegurança

A Rússia cancelou os diálogos estratégicos previstos para março com os Estados Unidos, depois que uma delegação americana decidiu se retirar, no último minuto, de uma reunião dedicada à cibersegurança – anunciou o embaixador russo em Washington, nesta sexta-feira (2).

A retirada da delegação aconteceu em fevereiro, em Genebra.

Citado pela agência TASS, o diplomata russo Anatoli Antonov considerou que a medida foi uma “decisão hostil”, acrescentando que “dá a impressão de ter sido planejada de antemão e que piora ainda mais as relações” entre ambos os países.

A Rússia considera “impossível”, portanto, participar da reunião programada para 6 e 7 de março em Viena. O encontro versará sobre as dificuldades das relações bilaterais e outros assuntos estratégicos.

A decisão da embaixada russa foi tomada um dia depois do discurso anual do presidente Vladimir Putin ao Parlamento, no qual ele apresentou as novas armas “invencíveis” da Rússia e no qual pediu ao Ocidente para “ouvir” Moscou.